Bistrô Charlô: gastronomia e charme

O Bistrô Charlô, uma das jóias da gastronomia de São Paulo, começou como um típico bistrô francês: pequeno, aconchegante, de cardápio simples e bem cuidado. Em seus 18 anos de vida, foi se afastando um pouco da designação francesa, porém sem deixar de lado o charme que o consagrou.

Com um salão mais amplo, anexo ao antigo, o restaurante atravessa os tempos como referência de lugar acolhedor, de comida gostosa e do serviço que espelha o prazer de receber de Charlô Whately e de seus sócios, Maribel Whately e Eduardo Scott. O projeto arquitetônico de Arthur de Mattos Casas e a decoração de interiores de Esther Giobbi compõem o ambiente com madeira antiga, amplas janelas e mesinhas na calçada.

A cozinha também adaptou-se às influencias cosmopolitas e hoje pode ser chamada de variada, embora não deixe de lado a inspiração francesa. Até o brasileiríssimo picadinho tem na sua história um caldo que demorou horas e horas para ser obtido a partir da cocção de carne com temperos e especiarias.

No cardápio, pratos tipicamente portugueses, como o Bacalhau à Brás (considerado um dos melhores da cidade), dividem espaço com pérolas francesas como o Magret de Pato, e italianas como o Ravióli Aberto com Tinta de Lula, Legumes e Camarão. Até comida de botequim tem a sua vez - prove o Sanduíche de Pernil no pão francês acompanhado de um bom tinto.

O bom humor e o estilo servidos no Bistrô Charlô tornam inesquecíveis as experiências gastronômicas vividas ali. Mas, nem por isso, são momentos raros: ir ao Bistrô Charlô é programa para todos os dias e para qualquer ocasião...